Translate


Este Blogue é um estudo da Associação Projecto Raia Alentejana e tem como objectivo a discussão da violência em geral e da guerra na Pré-História em particular. A Arqueologia da Península Ibérica tem aqui especial relevo. Esperamos cruzar dados de diferentes campos do conhecimento com destaque para a Antropologia Social. As críticas construtivas são bem vindas neste espaço, que se espera, de conhecimento.

Guerra Primitiva\Pré-Histórica
Violência interpessoal colectiva entre duas ou mais comunidades políticas distintas, com o uso de armas tendo como objectivo causar fatalidades, por um motivo colectivo sem hipótese de compensação.


Thursday, 19 February 2009

Seteiras - Arrow loopholes: Zambujal e Los Millares

Luis Lobato de Faria
Los Millares
Los Millares is the name of a Chalcolithic occupation site 17km north of Almería, in the municipality of Santa Fe de Mondújar, Andalusia, Spain. The population of Los Millares in ancient times has been estimated at approximately 1000.
It consists of a settlement, guarded by numerous outlying forts and a cemetery of
passage grave tombs and covers around 5 acres (2ha). It was discovered in 1891 during the course of the construction of a railway and was first excavated by Luis Siret in the succeeding years. Further excavation work continues today.


Los Millares é um sítio do Calcolítico, localiza-se a 17km a Norte de Almeria, no Municipio de Santa Fé de Mondújar, Andaluzia, Espanha. A população de Los Millares no seu auge pode ter atingido os 1000 habitantes.
Este habitat é guardado por numerosos fortes e tem uma vasta necrópole, a sua área total atinge os 2 hectares. Foi descoberto em 1891 durante a construção do caminho-de-ferro. Foi primeiro escavado por Luis Siret e os trabalhos continuam hoje.
in Wikipedia
Possíveis seteiras de los Los Millares localizadas na entrada da primeira linha de muralha.
Los Millares possible arrow loopholes in the main entrance of the first line of walls
(foto Site Los Millares)


Zambujal
Descoberto nos anos 30, pelo arqueólogo Leonel Trindade, o Castro de Zambujal, no Concelho de Torres Vedras, é um dos principais povoados fortificados da Península Ibérica e um dos maiores do calcolítico, na Europa Ocidental, que terá sido habitado entre o primeiro e terceiro milénio a.C. O povoado está implantada num planalto, sobre a Ribeira de Pedrulhos, um afluente do rio Sizandro, numa zona que era navegável e facilitava o comércio, que parece estar ligado às indústrias de transformação do sílex, fundição de cobre, tecelagem e produção de cerâmica. As informações disponíveis permitem ainda pensar que estes povos criavam, gado ovino e caprino, que não tendo uma grande importância na sua alimentação, seriam mais relevantes na produção de leite e na obtenção de lã. Mas a pesca e recolha de moluscos, já parecem ter um lugar importante na alimentação destes povos. Ao longo dos últimos anos, têm sido realizadas diversas campanhas de escavação, lideradas pelo Instituto Arqueológico Alemão, com equipas formadas por portugueses, belgas, holandeses, espanhóis e alemães. Museu Leonel Trindade, em Torres Vedras tem uma exposição permanente, sobre o Castro do Zambujal.


Discovered in the 30's by the archeologist Leonel Trinity, the Castro do Zambujal, in the Council of Torres Vedras, is one of the main fortified towns of the Iberian Peninsula and one of the biggest, from the Chalcolithic, in the Europe Western, that will have been inhabited between the first and third one milénio BC.
The town is implanted in a plateau, about the Ribeira de Pedrulhos, an affluent of river Sizandro, in a zone that was navigable and facilitated the commerce, that looks to be connected to the industries of transformation of flint, foundry of copper, weaving and output of pottery.
The available information permit still to think that these peoples created, ovine and caprino cattle, that not having a big importance in food production, would be more prominent in the output of milk and obtaining wool. But the fishing and collection of molluscs, had an important place in the food production of these people.
Diverse campaigns of excavation have been carried out, led by the German Archaeological Institute, with teams formed by Portugueses, Belgian, Dutch, Spanish and German.
Museum Leonel Trinity, in Torres Vedras has a permanent exposition about the Castro do Zambujal.
in Get Portugal

Possíveis seteiras do Zambujal localizadas numa das últimas linhas de muralha
Zambujal possible arrow loopholes in the last line of walls
(foto Arpels-Sitios arqueológicos em Portugal-Fórum Português).

No comments: